“Adoro-te filho … mas tenho que ir preparar o jantar. Esqueci-me de descongelar qualquer coisa e tenho que improvisar, vou fazer uma sopa com o que tiver no frigorífico, mas prometo que antes de ires dormir vejo isso com calma.”

Adoro-te filho, mas já estou atrasado para ir trabalhar.

Tenho de ganhar dinheirinho para pagar a renda, comprar comida e aqueles brinquedos que tu gostas. Mas logo à noite prometo que vejo isso com calma.

Adoro-te mau filho, mas tenho que ir preparar o jantar. Esqueci-me de descongelar qualquer coisa e tenho que improvisar, vou fazer uma sopa com o que tiver no frigorífico, mas prometo que antes de ires dormir vejo isso com calma.

Adoro-te mas tens que ir dormir porque amanhã tens de acordar cedo e não podemos chegar atrasados à escola. Mas ao pequeno almoço prometo que vejo isso com calma.

Adoro-te filho, mas adormeci e agora tens de ir a comer pelo caminho. Escolhe lá um iogurte e eu preparo-te uma sandes. Hoje devo sair mais cedo do trabalho e prometo que vejo isso com calma.

Adoro-te filho, mas chamaram-me para uma reunião quando estava mesmo a sair e já não consegui vir mais cedo. Agora vamos a correr para casa e prometo que vejo isso com calma.

Adoro-te, mas a avó ligou a desabafar por causa do avô e tive que a animar.  Vamos tomar banho num instante, jantamos e depois prometo que vejo isso com calma.

Adoro-te filho, não percebo porque é que agora me tratas assim, com tanta indiferença. Porque é que não queres estar comigo nem tens tempo para vermos isto com calma. Eu que te adoro tanto e que fiz tudo por ti.

LER TAMBÉM…

(mais) 5 minutos

Um dia acordas e o tempo passou assim;

O mau humor do pai afeta o desenvolvimento intelectual dos filhos

Não precisamos de passeios largos, precisamos de mais tempo com as nossas crianças!

O mito do tempo de qualidade

 

Publicado por Nuno Martins

Sou pai a dobrar, na casa dos 40, e tenho um sonho: ajudar as crianças de hoje a serem adultos (mais) felizes amanhã. A minha paixão pela parentalidade levou-me a lançar em co-autoria, no segundo semestre de 2016, o site chupetavip.pt, com textos úteis sobre o tema e onde também partilho as minhas aventuras em família, no blogue #eupaizinho. No início de 2017 decidi aprofundar conhecimentos sobre educação positiva, com a qual me identifico, e obtive uma certificação internacional em Disciplina Positiva, validada pela Positive Discipline Association. Recentemente lancei a solo a Academia Educar pela Positiva, através da qual pretendo ajudar pais e educadores na importante missão de EDUCAR, com base nos princípios e “ferramentas” práticas da Disciplina Positiva, modelo educativo que mudou (para melhor) a minha vida e a relação com os meus filhos. “Talvez não possa mudar o mundo, mas acredito que posso tocar cada família. Uma de cada vez", é o mote deste projeto de intervenção pedagógica, que estou a dar a conhecer de norte a sul de Portugal, através de workshops e outras ações de sensibilização/formação, cujos conteúdos são aplicáveis quer em casa como na escola. Se quer conhecer mais sobre estes projetos, visite: Sites www.chupetavip.pt www.educarpelapositiva.pt Facebook: www.facebook.com/chupetavip www.facebook.com/academiaeducarpelapositiva

Deixe um comentário