8 brincadeiras sensoriais que despertam os sentidos da criança

Vivemos na era do consumismo em que muitos pais tentam aceder aos pedidos de compras de brinquedos por parte dos filhos, principalmente em dias comemorativos como o de ontem. E, quando não o podem fazer, poderão sentir alguma culpabilidade.

A notícia que temos para vos dar é boa: as crianças são felizes com tão pouco… Não é preciso aquela mota espetacular ou aquela boneca que faz tudo. Para brincar, por vezes, só é preciso aproveitar umas coisas velhas que andam lá por casa, pôr uma pitada de afecto, outra de tempo de qualidade e…magia!

As brincadeiras sensoriais que despertam os sentidos da criança e que a envolvem são óptimas:

  • Fazer massa de pão com o seu filho e deixar que ele se suje;
  • Colocar grão dentro de uma garrafa para fazer barulho;
  • Encher uma luva com farinha ou arroz e permitir que ele explore;
  • Fazer bolinhas de sabão;
  • Rasgar papel de jornal;
  • Colocar a criança sobre um cobertor e arrastá-la pela casa.
  • Deixar que a criança explore vários materiais com diversas texturas, tal como algodão, lã, plástico, esponjas.
  • Explorar a natureza, saltar nas poças, cheiras flores, mexer na terra e, novamente, sujar-se!

Todas estas são brincadeiras que podem ser feitas com os mais pequenos, desde que com vigilância, pois poderão ainda estar a conhecer o mundo com a boca, e com os mais CRESCIDOS.

O contacto com estas experiências sensoriais, desconhecidas por muitos dos pais, tem inúmeros benefícios:

  • Melhoram a capacidade de concentração, a coordenação motora fina (pequenos movimentos com as mãos) e grossa (movimentos amplos)
  • A coordenação do olho com a mão;
  • Despertam a curiosidade, a imaginação e consequentemente a criatividade.

Acresce ainda que, a estimulação de todos os sentidos, permite um melhor conhecimento do próprio corpo, das suas partes e dos seus limites, contribuindo para o autoconhecimento da criança e promovendo um melhor relacionamento com os outros.

Permite também, aumentar as conexões entre os neurónios, criando novas redes neuronais, que contribuem para a melhoria do desempenho cognitivo da criança e consequentemente para um desenvolvimento global saudável.

Criam, acima de tudo, novas experiências significativas e fortalecem a relação pais-filhos.

Para assinalar o Dia Mundial da Criança, aproveite o fim de semana e experimente fazer algumas destas brincadeiras com o seu filho e vai ver como Pequenos e CRESCIDOS vão desfrutar de um bom momento… com tão pouco!

Publicado por Ana dos Santos

Apaixonada pela primeira infância, iniciei o meu percurso profissional no Hospital D. Estefânia – Unidade da Primeira Infância (U.P.I.), onde tive oportunidade de contactar com diversas problemáticas que surgem nos primeiros anos de vida. Hoje, com mais de 5 anos de experiência clínica com crianças, quer no seguimento terapêutico de casos clínicos, quer em avaliação psicológica, experiência com pais, em aconselhamento parental e com educadoras, formação na área da psicologia infantil, abraço um projecto criado por mim, em colaboração com duas colegas, "Pequenos e CRESCIDOS | Psicologia Clínica." Somos uma equipa especializada em psicologia clínica infantil, que presta apoio psicoterapêutico aos pequenos, incluindo os crescidos. Intervimos no sentido de promover um desenvolvimento emocional, cognitivo e social saudável, das crianças de hoje, os adultos de amanhã. Capacitamos as famílias, desenvolvendo e reforçando as suas competências, através de um trabalho conjunto. Também colaboramos com educadores e professores para potenciar estratégias educativas promotoras de crianças felizes. Os nossos serviços são: - Acompanhamento Psicológico da Criança - Avaliação Psicológica da Criança - Aconselhamento Parental - Workshops para Pais, Educadores e Professores Fique atento aos nossos artigos e saiba mais sobre nós em: Site: http://www.pequenosecrescidos.pt/ Facebook: https://www.facebook.com/pequenosecrescidos/

Junte-se à conversa

1 comentário