A Receita da Avó

Livro | A Receita da Avó | 10€ | Edição de Autor

Actualmente, noto que muitas das crianças que acompanho estão em permanente inquietação em relação à escola, ao aproveitamento escolar, aos amigos, àquilo que os outros pensam delas, às expectativas dos pais.
Hoje em dia, por muito que tentemos abordar a vida de forma diferente, o ritmo de trabalho e as exigências exteriores levam-nos a “perder” demasiado tempo em assuntos mundanos e materiais, que no fundo nos desviam daquilo que é verdadeiramente importante: vivermos em paz e amor uns com os outros.
As nossas crianças estão a entrar neste ciclo vicioso, demasiado ligadas aos presentes, às recompensas imediatas, ao que têm, ao serem melhores do que os outros.
Noto com grande clareza que lhes falta algo muito importante, e que por vezes nos passa ao lado: o amor, o carinho e a atenção dos seus pais e dos que as rodeiam.
Naturalmente as crianças adoptam estratégias que lhes trazem ganhos secundários, como o portar-se mal, o chamar a atenção de forma inapropriada, o testar os limites, o desobedecer às regras.
Foi assim que me comecei a aperceber de que hoje em dia todos nos tornámos demasiado focados no sucesso, na competição, na posse de qualquer coisa, para poder competir e ser melhor, ou ter mais do que os outros.
Mas no final, falta-nos a todos o essencial: gostarmos de nós próprios como somos, não pelo que temos ou pelo que fazemos. Isto acontece com todos nós, e especialmente com as crianças, que apenas querem ser felizes e procuram que os outros olhem para elas como seres fantásticos que procuram crescer em harmonia.
A forma como o fazem é que está de algum modo deturpada, devido às exigências ou às vivências diárias da comunidade em geral.
Assim, o objectivo do livro que escrevi é precisamente o de aprendermos a focarmo-nos em nós próprios, naqueles que nos rodeiam, que amamos e que fazem parte da nossa vida, e sobretudo aprendermos a viver harmoniosamente em conjunto
O livro pretende fomentar o diálogo em família, mas mesmo que não sirva para esse fim, é uma história simples, que pode ser lida com o objectivo de apenas: reflectir.
Sei que o tempo que temos é limitado, mas não estaremos a esquecer-nos de conviver e conversar um pouco mais em família?
Que tal arranjarmos momentos de partilha em família que nos permitam pensar e falar sobre os valores que são importantes na nossa vida?
Que tal sabermos a razão de estarmos juntos e de nos amarmos?
Que tal reflectirmos sobre o nível de paciência que temos uns para os outros em casa e sobre a nossa capacidade para perdoar
Que tal falarmos sobre o que é ser bom, ou generoso com os outros?
No fundo, que tal pensarmos em conjunto no que é que nos faz, a cada um de nós, uma pessoa mais feliz a cada dia que passa?
O livro é dedicado às famílias, a todas as famílias, e em particular às crianças deste mundo. Espero que todos consigamos reflectir sobre aquilo que nos faz sermos felizes neste mundo e que consigamos transmitir isso aos nossos filhos e a todos os que amamos.

Por Dra. Rita Bettencourt
para Up To Lisbon Kids

9 thoughts on “A Receita da Avó
  1. Rita, estou muito orgulhosa de ti. Parabéns pelo teu trabalho, em especial pela iniciativa. Faz todo o sentido, as nossas crianças merecem que lhes seja mostrado um mundo melhor. Rosa

  2. Ora aqui está uma pessoa que pensa exactamente como eu. Muitas vezes (a maior parte das vezes) as pessoas andam tão assoberbadas com o seu trabalho que não dedicam tempo a coisas importantes, ou seja, toda a parte de relações humanas começando pelo seu núcleo de família. Como já é meu hábito dizer: “uma criança feliz tem mais hipóteses de se tornar num adulto feliz”. O segredo da felicidade não é senão estarmos bem com nós próprios. Sentirmo-nos bem na nossa pele. Então, o fomentar deste entrosamento familiar permite criar um núcleo mais forte e mais coeso que acaba por ser uma “muralha” que vai amortecer muitos dos embates da vida quotidiana, por um lado, mas que, por outro, vai permitir sentirmo-nos mais fortes porque vamos aprendendo numa base quase diária. Gostei muito do que acabo de ler, Dra. Rita Bettencourt.

    1. Rita Bettencourt diz:

      Muito obrigada pelo seu feedback. Fico muito feliz por poder partilhar este ponto de vista, que já há muito tempo tem sido alvo de bastante reflexão.
      Obrigada!

      1. sandra santiago diz:

        Boa Tarde Drª Rita
        Hoje tive conhecimento do seu livro o qual me deixou bastante curiosa em o ler efectivamente os valores a família o amor estão cada vez mais a ficar para ultimo. Já vi que não se encontra à venda por exemplo na Bertrand. Como o posso adquirir?
        Obrigada
        Cumprimentos
        Sandra

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.